Publicado no Diário da Justiça de 09/04/2018

 

Boletim 2018.000014 - 2 a. VARA FEDERAL:

  

             Lista de Advogados constantes nesse boletim:

ADRIANA CROZÓSTOMO DA SILVA 0009972-07.2010.4.05.8200

ADRIANO PIMENTEL DA SILVA 0008662-34.2008.4.05.8200

ALINO & ROBERTO E ADVOGADOS 0008486-16.2012.4.05.8200

ALMIRO VIEIRA CARNEIRO 0013948-32.2004.4.05.8200

ANA CATHARINA GONDIM LAPA 0009972-07.2010.4.05.8200

ANA CECILIA COUTINHO DE COIMBRA PINTO COSTA 0009972-07.2010.4.05.8200

ANA ESTHER FARIAS ARANHA DE LUCENA 0001898-85.2015.4.05.8200

ANA RITA FERREIRA NOBREGA CABRAL 0011607-96.2005.4.05.8200

ANDRE LUIZ GOUVEIA DE OLIVEIRA 0009972-07.2010.4.05.8200

ANDRE ORLANDO DUARTE DO NASCIMENTO 0008662-34.2008.4.05.8200

ANDREA MARSELHA ARAUJO ALVES 0009972-07.2010.4.05.8200

ANDRÉ NAVARRO FERNANDES 0016015-67.2004.4.05.8200

ANNA CAROLINA CORDEIRO PEIXOTO 0011607-96.2005.4.05.8200

ANTONIO CRISANTO TAVARES DE MELO 0008143-88.2010.4.05.8200

ANTONIO DE PADUA P. DE MELO JUNIOR 0009637-37.2000.4.05.8200

ANTONIO FLAVIO TOSCANO MOURA 0009637-37.2000.4.05.8200

ANTONIO GONÇALVES DA MOTA SILVEIRA NETO 0008662-34.2008.4.05.8200

ANTONIO SEVERINO DA SILVA 0001931-51.2010.4.05.8200

AUGUSTA PRUTCHANSKY M GOMES 0012284-05.2000.4.05.8200

AUGUSTO CARLOS BEZERRA DE ARAGÃO FILHO 0005304-61.2008.4.05.8200 0009968-67.2010.4.05.8200

BENEDITO H.DA SILVA 0001135-75.2001.4.05.8200

BRUNO NOVAES DE BEZERRA CAVALCANTI 0009972-07.2010.4.05.8200 0012284-05.2000.4.05.8200

CAMILA DE ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA 0009972-07.2010.4.05.8200

CANDIDO ARTUR MATOS DE SOUZA 0001931-51.2010.4.05.8200

CARLOS ANTONIO HARTEN FILHO 0009972-07.2010.4.05.8200 0012284-05.2000.4.05.8200

CARLOS BENITO COSENTINO FILHO 0008662-34.2008.4.05.8200

CARLOS FERNANDO DOS SANTOS 0001902-69.2008.4.05.8200

CARLOS GOMES FILHO 0008828-32.2009.4.05.8200

CECILIO DA FONSECA V. R. TERCEIRO 0002120-73.2003.4.05.8200

CHRISTIANNE GOMES DA ROCHA 0009972-07.2010.4.05.8200

CICERO RICARDO ANTAS A CORDEIRO 0013948-32.2004.4.05.8200

CLAUDIA DALLE FERREIRA DA COSTA 0009637-37.2000.4.05.8200

CLAUDIO KITNER 0009972-07.2010.4.05.8200

CLOVIS SOUTO GUIMARÃES JUNIOR 0008486-16.2012.4.05.8200

CLÁUDIO SÉRGIO RÉGIS DE MENEZES 0004724-36.2005.4.05.8200

CORIOLANO DIAS DE SA 0008828-32.2009.4.05.8200

CORIOLANO DIAS DE SA SOCIEDADE DE ADVOGADOS 0008828-32.2009.4.05.8200

CUSTODIO VICTOR ANGELO COSTA 0009972-07.2010.4.05.8200

DEFENSORA PÚBLICA DA UNIÃO 0009972-07.2010.4.05.8200

DEVID OLIVEIRA DE LUNA 0001931-51.2010.4.05.8200

DIEGO GALDINO DA SILVA MELO 0008662-34.2008.4.05.8200

DIÓGENES CÉZAR DE SOUZA JÚNIOR 0008662-34.2008.4.05.8200

DORIS FIÚZA CORDEIRO 0006377-97.2010.4.05.8200

EDIGLEY DE BRITO BASTOS 0001972-72.1997.4.05.8200

EDILSON CARLOS A. GONDIM 0009637-37.2000.4.05.8200

EDSON DUARTE COELHO 0002120-73.2003.4.05.8200 0012284-05.2000.4.05.8200

EDUARDO DE FARIA LOYO 0009972-07.2010.4.05.8200 0012284-05.2000.4.05.8200

EDUARDO JOSE DE SOUZA LIMA FORNELLOS 0009972-07.2010.4.05.8200

EDVAN CARNEIRO DA SILVA 0003904-12.2008.4.05.8200 0005304-61.2008.4.05.8200

ELIEZER QUEIROZ DE SOUTO JÚNIOR 0009972-07.2010.4.05.8200

EMÍLIA MOREIRA BELO 0009972-07.2010.4.05.8200

ERIK FRANKLIN BEZERRA 0008662-34.2008.4.05.8200

EURÍPEDES TAVARES DE MELO FILHO 0008143-88.2010.4.05.8200

F. SARMENTO ADVOGADOS ASSOCIADOS 0009968-67.2010.4.05.8200

FABIANO BARCIA DE ANDRADE 0008191-52.2007.4.05.8200

FABIO LEITE DE FARIAS BRITO 0012162-16.2005.4.05.8200

FELICIANA MARIA SILVA BILIO 0009972-07.2010.4.05.8200

FELIPE BUARQUE DE ANDRADE 0009972-07.2010.4.05.8200

FELIPE SARMENTO CORDEIRO 0005304-61.2008.4.05.8200 0009968-67.2010.4.05.8200

FERNANDA CIBELLE ARRAIS DA SILVA 0009972-07.2010.4.05.8200

FERNANDA GUEDES G DE AZEVEDO 0012284-05.2000.4.05.8200

FILIPE BRAUN DO NASCIMENTO 0005304-61.2008.4.05.8200

FLAVIANO JORGE DE SOUSA 0002244-46.2009.4.05.8200

FLAVIO DE QUEIROZ B CAVALCANTI 0009972-07.2010.4.05.8200

FRANCICLAUDIO DE FRANCA RODRIGUES 0004724-36.2005.4.05.8200

FRANCISCO CLAUDIO MEDEIROS PEREIRA 0009637-37.2000.4.05.8200

FRANCISCO DAS CHAGAS BATISTA LEITE 0008486-16.2012.4.05.8200

FRANCISCO DAS CHAGAS NUNES 0002244-46.2009.4.05.8200 0003626-69.2012.4.05.8200

FRANCISCO DE ASSIS LELIS DE MOURA JUNIOR 0009972-07.2010.4.05.8200

FRANCISCO PEDRO DOS SANTOS 0009972-07.2010.4.05.8200

FRANCISCO XAVIER DE ANDRADE FILHO 0011607-96.2005.4.05.8200

GEORGE ALEXANDRE RIBEIRO DE OLIVEIRA 0008828-32.2009.4.05.8200

GEORGE VENTURA MORAIS 0010860-49.2005.4.05.8200

GERMANA CAMURÇA MORAES 0012162-16.2005.4.05.8200

GILSON DE BRITO LIRA 0012162-16.2005.4.05.8200

GIOVANNA DE MAIO SPINA 0009972-07.2010.4.05.8200

GIOVANNA PAIVA PINHEIRO DE ALBUQUERQUE BEZERRA 0003904-12.2008.4.05.8200 0009968-67.2010.4.05.8200

GUEDES PEREIRA & DUARTE ADVOGADOS ASSOCIADOS 0008486-16.2012.4.05.8200

GUILHERME LEAL BEZERRA CAVALCANTI 0009972-07.2010.4.05.8200

GUILHERME OSVALDO CRISANTO TAVARES DE MELO 0008143-88.2010.4.05.8200

GUSTAVO AQUINO DE MELO ALBUQUERQUE 0005304-61.2008.4.05.8200

GUSTAVO CALMON SILVA BARROS 0009972-07.2010.4.05.8200

GUSTAVO CESAR DE FIGUEIREDO PORTO 0001972-72.1997.4.05.8200

GUSTAVO HENRIQUE DA SILVA FERNANDES 0009972-07.2010.4.05.8200

GUSTAVO LELIS MOURA DE OLIVEIRA 0009972-07.2010.4.05.8200

GUSTAVO MAIA RESENDE LUCIO 0002120-73.2003.4.05.8200

HERATOSTENES SANTOS DE OLIVEIRA 0001931-51.2010.4.05.8200

HERMANO GADELHA DE SA 0008828-32.2009.4.05.8200

HERMANO PONTES DE MIRANDA NETO 0005304-61.2008.4.05.8200

HEYTOR CAVALCANTE FERREIRA LEITE 0002120-73.2003.4.05.8200

IVAN PEREIRA DA COSTA JUNIOR 0012284-05.2000.4.05.8200

JEFFERSON DANILO BARBOSA 0009972-07.2010.4.05.8200

JETRO AGEU DE LIMA 0009637-37.2000.4.05.8200

JOAO BRITO DE GOIS FILHO 0010860-49.2005.4.05.8200

JOAO EDUARDO SOARES DONATO 0009972-07.2010.4.05.8200

JOAQUIM CABRAL DE MELO NETO 0009972-07.2010.4.05.8200

JOAQUIM PESSOA GUERRA FILHO 0008662-34.2008.4.05.8200

JOSE ARAUJO FILHO 0006324-73.1997.4.05.8200

JOSE CARLOS SANTOS 0009972-07.2010.4.05.8200

JOSE EDISIO SIMOES SOUTO 0009637-37.2000.4.05.8200

JOSE GALDINO DE S. FILHO 0009972-07.2010.4.05.8200

JOSE GALDINO S. FILHO 0001135-75.2001.4.05.8200

JOSE MARCOS DA SILVEIRA FARIAS 0008828-32.2009.4.05.8200

JOSE MARIO PORTO & MAIA ADVOGADOS ASSOCIADOS 0008486-16.2012.4.05.8200

JOSE MARIO PORTO JUNIOR 0008486-16.2012.4.05.8200

JOSE RAMOS DA SILVA 0003904-12.2008.4.05.8200 0005304-61.2008.4.05.8200 0009968-67.2010.4.05.8200 0016015-67.2004.4.05.8200

JOSE TADEU ALCOFORADO CATAO 0002120-73.2003.4.05.8200

JOSEMAR LAURIANO PEREIRA 0001898-85.2015.4.05.8200

JOSENILO PAULO GOMES GONZAGA 0001931-51.2010.4.05.8200

JOSÉ ALVES CAMPOS 0010860-49.2005.4.05.8200

JOSÉ HENRIQUE BATISTA 0009972-07.2010.4.05.8200

JOSÉ RICARDO DO NASCIMENTO VAREJÃO 0009972-07.2010.4.05.8200

JOÃO FRANCISCO DE CAMARGO 0005304-61.2008.4.05.8200

JULIANA DE ALMEIDA E SILVA 0012284-05.2000.4.05.8200

JURANDIR PEREIRA DA SILVA 0013948-32.2004.4.05.8200

KLEITON ROMAR CALADO DOS SANTOS 0009972-07.2010.4.05.8200

LARISSA SALVADOR BEZERRA DE VASCONCELOS 0009972-07.2010.4.05.8200

LEIDSON FLAMARION TORRES MATOS 0008828-32.2009.4.05.8200

LEILA REGINA DE BRITO ANDRADE 0011607-96.2005.4.05.8200

LEONARDO LEAL BEZERRA CAVALCANTI 0009972-07.2010.4.05.8200

LEOPOLDO MARQUES D'ASSUNÇÃO 0001931-51.2010.4.05.8200

LORENA VIEGAS CARVALHO 0009972-07.2010.4.05.8200

LUCIANA MARTINS DE AMORIM AMARAL 0009972-07.2010.4.05.8200

LUIS FERNANDO PIRES BRAGA 0001972-72.1997.4.05.8200

LUIS GUSTAVO CORDEIRO DE SOUZA 0006377-97.2010.4.05.8200

LUIZ AURELIANO DE SIQUEIRA JUNIOR 0009972-07.2010.4.05.8200

LUIZ CESAR GABRIEL MACEDO 0001931-51.2010.4.05.8200

LUIZ ZENIRO DE SOUZA 0008662-34.2008.4.05.8200

LYCIA JOSÉ MELLO DE CARVALHO 0009972-07.2010.4.05.8200

MAGDIEL JEUS GOMES ARAUJO 0007558-65.2012.4.05.8200

MANUELA MOURA DA FONTE 0009972-07.2010.4.05.8200 0012284-05.2000.4.05.8200

MARCELO MAX TORRES VENTURA 0009972-07.2010.4.05.8200

MARCIO GUSTAVO LUCENA ALVES 0009972-07.2010.4.05.8200

MARCO ANTÔNIO ACIOLI SAMPAIO 0005304-61.2008.4.05.8200

MARIA BETANIA DE OLIVEIRA MELO 0001931-51.2010.4.05.8200

MARIA DO ROSARIO MADRUGA DE QUEIROZ 0008828-32.2009.4.05.8200

MARIA ELISA REGIS DE MOURA 0009972-07.2010.4.05.8200

MARIA JULIANA WALLACH DE GODOY 0009972-07.2010.4.05.8200

MARIANA OLIVEIRA DE ARAUJO 0009972-07.2010.4.05.8200

MARIO FORMIGA MACIEL FILHO 0001972-72.1997.4.05.8200

MAURICIO DO CARMO TENORIO 0006324-73.1997.4.05.8200

MILENA NEVES AUGUSTO 0009972-07.2010.4.05.8200

MUCIO SATIRO FILHO 0008486-16.2012.4.05.8200

NATALICIO EVANGELISTA DOS SANTOS NETO 0001902-69.2008.4.05.8200

NILO LUIS RAMALHO VIEIRA 0002120-73.2003.4.05.8200

PATRICIA PAIVA DA SILVA 0013948-32.2004.4.05.8200

PAULO GUEDES PEREIRA 0008486-16.2012.4.05.8200

PAULO ROBERTO COÊLHO LÓCIO 0008662-34.2008.4.05.8200

PERIVALDO ROCHA LOPES 0001972-72.1997.4.05.8200

PROCURADORIA FEDERAL NO ESTADO DA PARAIBA 0001902-69.2008.4.05.8200

RAFAELA MARIA PITT GAMEIRO SALES 0008143-88.2010.4.05.8200

RICARDO ANDRE BANDEIRA MARQUES 0005304-61.2008.4.05.8200

ROCHELE KARINA COSTA DE MORAES 0005304-61.2008.4.05.8200

RODRIGO ALBUQUERQUE DE VICTOR 0005304-61.2008.4.05.8200

RODRIGO AUTRAN SPENCER DE HOLANDA 0005304-61.2008.4.05.8200

RODRIGO OLIVEIRA DOS SANTOS LIMA 0010860-49.2005.4.05.8200

SABRINA PEREIRA MENDES 0008486-16.2012.4.05.8200

SALESIA DE MEDEIROS WANDERLEY 0010860-49.2005.4.05.8200

SANDRA REGINA BRAGA SOUTO 0008486-16.2012.4.05.8200

SEM ADVOGADO 0001135-75.2001.4.05.8200 0002120-73.2003.4.05.8200 0003626-69.2012.4.05.8200 0007558-65.2012.4.05.8200 0008143-88.2010.4.05.8200 0008662-34.2008.4.05.8200 0009972-07.2010.4.05.8200 0011607-96.2005.4.05.8200

SEM PROCURADOR 0001902-69.2008.4.05.8200 0001931-51.2010.4.05.8200 0003904-12.2008.4.05.8200 0004724-36.2005.4.05.8200 0005304-61.2008.4.05.8200 0006377-97.2010.4.05.8200 0008191-52.2007.4.05.8200 0008828-32.2009.4.05.8200 0009968-67.2010.4.05.8200

SEVERINO TRIGUEIRO DA SILVA 0001931-51.2010.4.05.8200

SUSANA LUCIA FERNANDES 0002120-73.2003.4.05.8200

SÉRGIO COSMO FERREIRA NETO 0008662-34.2008.4.05.8200

TACIANA ROBERTO VERAS 0012284-05.2000.4.05.8200

TATIANE FELIX MARREIRO 0008662-34.2008.4.05.8200

THALES DA SILVA ALMEIDA 0005304-61.2008.4.05.8200

THAYSE CHRISTINE SOUZA DIAS 0008828-32.2009.4.05.8200

VALTER DE MELO 0001931-51.2010.4.05.8200 0006324-73.1997.4.05.8200

VINICIUS BARROS DE VASCONCELOS 0001898-85.2015.4.05.8200

VINICIUS DE NEGREIROS CALADO 0008662-34.2008.4.05.8200

YANE CASTRO DE ALBUQUERQUE 0003904-12.2008.4.05.8200 0005304-61.2008.4.05.8200 0009968-67.2010.4.05.8200

YANKO CYRILO 0012284-05.2000.4.05.8200

YURI FIGUEIREDO THE 0012284-05.2000.4.05.8200

YURI MARQUES DA CUNHA 0001931-51.2010.4.05.8200

YURI PAULINO DE MIRANDA 0009637-37.2000.4.05.8200

YURI PORFIRIO CASTRO DE ALBUQUERQUE 0003904-12.2008.4.05.8200 0005304-61.2008.4.05.8200 0009968-67.2010.4.05.8200 0016015-67.2004.4.05.8200

ZAYLANY DE LOURDES FERREIRA TORRES 0012284-05.2000.4.05.8200

ZELIA MARIA GUSMAO LEE 0009637-37.2000.4.05.8200

 

Juiz Federal BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA

Diretor de Secretaria: ANDRE FARIAS MENDONCA

   

AÇÃO MONITÓRIA

   

0003626-69.2012.4.05.8200 CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF (Adv. FRANCISCO DAS CHAGAS NUNES) X ANDRÉ LOUIS DUARTE DE LEMOS (Adv. SEM ADVOGADO)

PROCESSO Nº 0003626-69.2012.4.05.8200 ATO ORDINATÓRIO (Art. 203 do CPC/2015 e art. 87 do Provimento CR-TRF5 01/2009) Intime-se a CAIXA para, no prazo de 15 dias, requerer o que entender de direito quanto ao prosseguimento da ação. João Pessoa, 05 de abril de 2018. Sheila Ferreira de Pontes Técnica Judiciária 2 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2ª VARA FEDERAL PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2.ª VARA FEDERAL

   

AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO)

   

0009637-37.2000.4.05.8200 JOSE ERIBERTO MEIRA GOMES E OUTRO (Adv. ANTONIO FLAVIO TOSCANO MOURA, ANTONIO DE PADUA P. DE MELO JUNIOR) X CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF (Adv. JOSE EDISIO SIMOES SOUTO, FRANCISCO CLAUDIO MEDEIROS PEREIRA, YURI PAULINO DE MIRANDA, JETRO AGEU DE LIMA) x CAIXA SEGUROS (Adv. EDILSON CARLOS A. GONDIM) x COLUNAS CONSTRUCOES LTDA - ME (Adv. ZELIA MARIA GUSMAO LEE, CLAUDIA DALLE FERREIRA DA COSTA)

Em petição de fI.255 a CAIXA requer seja afastada sua responsabilidade de comprovar a quitação dos alugueis da parte autora referente aos meses de agosto e setembro de 2014, alegando não ter mais qualquer obrigação no pagamento de alugueis, posto que estabelecido em decisão datada de 31.10.2008 que estaria exonerada, a partir daquela data, do encargo de continuar custeando os alugueis dos autores. Não assiste razão a Executada. Em decisão proferida em 24.11.2017, a parte dispositiva da decisão ficou assim redigida: "Pelo exposto, defiro o pedido de majoração do auxílio aluguel para a quantidade R$ 900,00 reais; Indefiro o pedido de remessa dos autos à Contadoria, sendo desnecessária a intimação da CEF para apresentação de extratos dos valores pagos, posto já se encontrarem, nos autos, as provas dos pagamentos dos auxílios de todos os períodos, salvo dos meses de agosto e setembro de 20J4; Intime-se a CEF para juntar os comprovantes do pagamento dos alugueis atinentes aos meses de agosto e setembro de 2014. Intime-se o exequente para indicar a conta bancária para realização dos depósitos mensais dos valores dos alugueis, o que, de fato, desburocratiza o procedimento, além de ser mais eficiente para entrega da prestação jurisdicional. " Renovo a decisão proferida, determinando seu imediato cumprimento, visto que, em verdade, a CEF não foi exonerada do dever de pagar alugueis aos autores, o agravo de instrumento interposto insurgindo-se contra apelação manejada de sentença, no que diz respeito aos efeitos recursais (a apelação foi recebida apenas no efeito devolutivo quanto ao pagamento dos alugueis) foi provido apenas parcialmente, quanto ao capitulo dos alugueis foi mantido o efeito apenas devolutivo, ou seja, válido o cumprimento imediato da sentença quanto a este item, o que motivou, inclusive, que a CEF se mantivesse pagando os alugueis, inclusive, após aquela data, conforme a mesma comprova com a juntada dos documentos de depósitos dos valores, reiterando os pedidos de indicação de numero de conta pessoal para realização dos futuros depósitos. O citado item B, transcrito pela ré, inclusive, é claro ao mencionar a manutenção da tutela antecipada de CUSTEAR A ESTADA DOS AUTORES EM IMÓVEL CONGÊNERE, em valor que, contudo, alterou-se no decorrer dos anos, pela natural majoração das locações de imóveis e a necessidade de resguardar a moradia dos demandantes, tutelando seu direito constitucional fundamental à moradia digna. Assim, renovo a decisão já proferida, determinando seu imediato cumprimento, nos seguintes termos: "Pelo exposto, defiro o pedido de majoração do auxílio aluguel para a quantidade R$ 900,00 reais; Indefiro o pedido de remessa dos autos à Contadoria, sendo desnecessária a intimação da CEF para apresentação de extratos dos valores pagos, posto já se encontrarem, nos autos, as provas dos pagamentos dos auxílios de todos os períodos, salvo dos meses de agosto e setembro de 20J4; Intime-se a CEF para juntar os comprovantes do pagamento dos alugueis atinentes aos meses de agosto e setembro de 2014. Intime-se o exequente para indicar a conta bancária para realização dos depósitos mensais dos valores dos alugueis, o que, de fato, desburocratiza o procedimento, além de ser mais eficiente para entrega da prestação jurisdicional. "

   

0009972-07.2010.4.05.8200 EDSON DA SILVA FIGUEIREDO REP PELA DEFENSORIA PUBLICA DA UNIAO - CURADOR ESPECIAL (Adv. DEFENSORA PÚBLICA DA UNIÃO) X CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF (Adv. SEM ADVOGADO) x CAIXA SEGUROS S/A (Adv. CARLOS ANTONIO HARTEN FILHO, FELICIANA MARIA SILVA BILIO, ANA CECILIA COUTINHO DE COIMBRA PINTO COSTA, ANDRE LUIZ GOUVEIA DE OLIVEIRA, ANDREA MARSELHA ARAUJO ALVES, BRUNO NOVAES DE BEZERRA CAVALCANTI, CHRISTIANNE GOMES DA ROCHA, CUSTODIO VICTOR ANGELO COSTA, EDUARDO DE FARIA LOYO, EDUARDO JOSE DE SOUZA LIMA FORNELLOS, FLAVIO DE QUEIROZ B CAVALCANTI, FRANCISCO DE ASSIS LELIS DE MOURA JUNIOR, GIOVANNA DE MAIO SPINA, ADRIANA CROZÓSTOMO DA SILVA, ANA CATHARINA GONDIM LAPA, ELIEZER QUEIROZ DE SOUTO JÚNIOR, FELIPE BUARQUE DE ANDRADE, FERNANDA CIBELLE ARRAIS DA SILVA, CAMILA DE ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA, GUSTAVO CALMON SILVA BARROS, GUSTAVO HENRIQUE DA SILVA FERNANDES, GUSTAVO LELIS MOURA DE OLIVEIRA, JEFFERSON DANILO BARBOSA, JOAO EDUARDO SOARES DONATO, KLEITON ROMAR CALADO DOS SANTOS, LARISSA SALVADOR BEZERRA DE VASCONCELOS, LORENA VIEGAS CARVALHO, LYCIA JOSÉ MELLO DE CARVALHO, MANUELA MOURA DA FONTE, MARCELO MAX TORRES VENTURA, MARCIO GUSTAVO LUCENA ALVES, MARIA ELISA REGIS DE MOURA, MARIA JULIANA WALLACH DE GODOY, MARIANA OLIVEIRA DE ARAUJO, MILENA NEVES AUGUSTO, FLAVIO DE QUEIROZ B CAVALCANTI, CLAUDIO KITNER, CARLOS ANTONIO HARTEN FILHO, MANUELA MOURA DA FONTE, EMÍLIA MOREIRA BELO, GUILHERME LEAL BEZERRA CAVALCANTI, JOAQUIM CABRAL DE MELO NETO, JOSÉ RICARDO DO NASCIMENTO VAREJÃO, LEONARDO LEAL BEZERRA CAVALCANTI, LUIZ AURELIANO DE SIQUEIRA JUNIOR, LUCIANA MARTINS DE AMORIM AMARAL, JOSÉ HENRIQUE BATISTA) x DAIANA DOS SANTOS RIBEIRO (Adv. JOSE CARLOS SANTOS, FRANCISCO PEDRO DOS SANTOS, JOSE GALDINO DE S. FILHO)

PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO n. 0009972-07.2010.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos ao MM. Juiz Federal da 2ª Vara. João Pessoa, quinta-feira, 22 de março de 2018. José Valter Augusto de Lima Técnico judiciário DESPACHO O julgado confirmou a sentença que julgou improcedente o pedido, extinguindo o processo com resolução do mérito. Diante do fato, nada tendo mais a requerer, remetam-se os autos ao arquivo, com baixa na distribuição. Intimem-se as partes. João Pessoa, 26.03.2018 BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA Juiz Federal Titular da 2ª Vara PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA 2ª VARA

   

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL

   

0001135-75.2001.4.05.8200 UNIAO (ADVOCACIA GERAL DA UNIAO) (Adv. JOSE GALDINO S. FILHO, BENEDITO H.DA SILVA) X SEBASTIAO LIMA GUIMARAES (Adv. SEM ADVOGADO)

PROCESSO Nº 0001135-75.2001.4.05.8200 CERTIDÃO CERTIFICO que os embargos de declaração de fls. 188/191, interpostos pela União, ingressaram neste juízo no 1º dia, a contar da intimação aposta à fl. 187v. O referido é verdade. Dou fé. João Pessoa, 02 de abril de 2018. Sheila Ferreira de Pontes Técnica Judiciária ATO ORDINATÓRIO (Art. 203, §4 do CPC/2015 e art. 87 do Provimento 01/2009 do CR/TRF 5) Intime(m)-se o(s) embargado(s) para, querendo, manifestar(em)-se, no prazo de 5 dias, sobre os embargos opostos, caso seu eventual acolhimento implique a modificação da decisão embargada (art. 1.023, §2º, do CPC). João Pessoa, 02 de abril de 2018. Sheila Ferreira de Pontes Técnica Judiciária 2 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2ª VARA FEDERAL PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2.ª VARA FEDERAL

   

0002244-46.2009.4.05.8200 CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF (Adv. FRANCISCO DAS CHAGAS NUNES) X ESPOLIO DE PEROMNIA CRUZ D'ALBUQUERQUE ALMEIDA, REPR. POR, ALEXANDRE AUGUSTO D'ALBUQUERQUE ALMEIDA E MARIA AMÉLIA D'ALBUQUERQUE ALMEIDA (Adv. FLAVIANO JORGE DE SOUSA)

PROCESSO Nº 0002244-46.2009.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos ao(à) MM. Juiz Federal, Dr(a). BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA. João Pessoa, 08 de março de 2018 SHEILA FERREIRA DE PONTES Técnica Judiciária DESPACHO Foi requerido bloqueio de automóveis no Sistema RENAJUD, após citado o devedor. DEFIRO o pedido de arresto eletrônico por meio do sistema RENAJUD, de veículos porventura existentes em nome da executada PEROMNIA CRUZ DE ALBUQUERQUE ALMEIDA, CPF: 161.092.104-63. Infrutífero o bloqueio, intime-se o(a) exequente para requerer o que entender devido, no prazo de 15 dias. Frutífero o bloqueio, intime-se o exequente para dizer se tem interesse na penhora, em 15 dias. Havendo resposta positiva, expeça-se mandado de penhora e avaliação. Efetuada a penhora, intime-se imediatamente o executado, como determina o art. 841 do CPC/2015, inclusive para ciência da avaliação feita pelo oficial de justiça. Intime-se o(a) o exequente da penhora e da avaliação e também para efetuar a averbação no registro competente, se for o caso (art. 844 do CPC/2015). Nada sendo requerido no prazo de 15 dias e não havendo decisão que determine a suspensão da execução, adote a secretaria as providências para alienação do bem no Leilão Unificado desta Seção Judiciária (art. 881 do CPC/2015). João Pessoa, 15.03.2018 BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA Juiz Federal Titular da 2ª Vara 1 1 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA 2ª VARA 10

   

0007558-65.2012.4.05.8200 CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF (Adv. MAGDIEL JEUS GOMES ARAUJO) X EMPRESA JOSÉ SERGIO VIANA FRANÇA (Adv. SEM ADVOGADO)

Foi requerido bloqueio de automóveis no Sistema RENAJUD, após citado o devedor. DEFIRO o pedido de arresto eletrônico por meio do sistema RENAJUD, de veículos porventura existentes em nome dos executados JOSÉ SÉRGIO VIANA FRANCA, CNPJ: 05.799.397/0001-47, JOSÉ SÉRGIO VIANA FRANCA, CPF: 299.299.114-72 e DOMINIQUE DE LUCENA CLAUDINO, CPF: 552.499.224-49. Infrutífero o bloqueio, intime-se o(a) exequente para requerer o que entender devido, no prazo de 15 dias. Frutífero o bloqueio, intime-se o exequente para dizer se tem interesse na penhora, em 15 dias. Havendo resposta positiva, expeça-se mandado de penhora e avaliação. Efetuada a penhora, intime-se imediatamente o executado, como determina o art. 841 do CPC/2015, inclusive para ciência da avaliação feita pelo oficial de justiça. Intime-se o(a) o exequente da penhora e da avaliação e também para efetuar a averbação no registro competente, se for o caso (art. 844 do CPC/2015). Nada sendo requerido no prazo de 15 dias e não havendo decisão que determine a suspensão da execução, adote a secretaria as providências para alienação do bem no Leilão Unificado desta Seção Judiciária (art. 881 do CPC/2015).

   

0010860-49.2005.4.05.8200 UNIÃO (Adv. SALESIA DE MEDEIROS WANDERLEY) X SAULO JOSE DE LIMA (Adv. RODRIGO OLIVEIRA DOS SANTOS LIMA) x COSTA DO SOL EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA (Adv. JOSÉ ALVES CAMPOS, GEORGE VENTURA MORAIS, JOAO BRITO DE GOIS FILHO)

PROCESSO Nº: 0010860-49.2005.4.05.8200 EXEQUENTE: UNIÃO FEDERAL EXECUTADOS: SAULO JOSÉ DE LIMA E COSTA DO SOL EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA DESPACHO Esse juízo proferiu despacho à fl. 549 determinando a intimação da União para, no prazo de 15 dias, manifestar-se sobre o leilão negativo e informar se tem interesse na alienação por sua própria iniciativa do bem penhorado e na forma da proposta ofertada às fls. 545/547. Foram oferecidas novas propostas para aquisição dos imóveis penhorados (fls. 550/551). Intimada, a União informou que não há, no âmbito da Advocacia Geral da União, a regulamentação do procedimento para alienação por iniciativa da União, razão pela qual requereu que esse juízo designe algum corretor/leiloeiro credenciado perante a Seção Judiciária da Paraíba, para que esse possa promover a alienação do bem, na forma do art. 880, §1º, do CPC/2015. Ainda, requereu como alternativa a utilização do Empório Judicial (fl. 553). Observo, inicialmente, que o art. 880, § 1º do CPC/2015 prevê o seguinte: "Art. 880. Não efetivada a adjudicação, o exequente poderá requerer a alienação por sua própria iniciativa ou por intermédio de corretor ou leiloeiro público credenciado perante o órgão judiciário. § 1o O juiz fixará o prazo em que a alienação deve ser efetivada, a forma de publicidade, o preço mínimo, as condições de pagamento, as garantias e, se for o caso, a comissão de corretagem." Contudo, a aplicação da referida disposição legal não é mais oportuna na fase em que se encontra a presente ação, uma vez que já houve, anteriormente, a tentativa de alienação por meio de leilão judicial (fls. 538 e 540). Ademais, antes de ser analisada a viabilidade de realização de venda direta eletrônica por meio do Empório Judicial, demonstra-se razoável a realização de uma nova tentativa de leilão judicial. Diante disso, expeça-se carta precatória à Subseção Federal de Campina Grande/PB, para a realização de novo leilão dos bens descritos às fls. 508/509, adotando as providências para alienação dos bens no Leilão Unificado (art. 881 do CPC/2015). Intimem-se as partes. João Pessoa, 20.11.2017 BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA Juiz Federal Titular da 2ª Vara AMP/LFVO

   

MANDADO DE SEGURANÇA

   

0001902-69.2008.4.05.8200 MARCOS ANTÔNIO PIMENTEL PEQUENO (Adv. NATALICIO EVANGELISTA DOS SANTOS NETO, CARLOS FERNANDO DOS SANTOS) X COORDENADOR DE RECURSOS HUMANOS - SRH DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA - UFPB (Adv. SEM PROCURADOR, PROCURADORIA FEDERAL NO ESTADO DA PARAIBA)

MANDADO DE SEGURANÇA n. 0001902-69.2008.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos ao MM. Juiz Federal da 2ª Vara. João Pessoa, terça-feira, 27 de fevereiro de 2018. José Valter Augusto de Lima Técnico judiciário DESPACHO Intime-se a parte impetrada para dar cumprimento definitivo à obrigação de fazer, e a parte impetrante, para conhecimento no prazo de 15 (quinze) dias. Nada sendo requerido nessa oportunidade, remetam-se os autos ao arquivo com baixa, independentemente de novo despacho, se nenhuma outra providência se fizer necessária, ressalvada a possibilidade de alegação posterior de descumprimento. Havendo impugnação pelo impetrado/executado, intime-se o impetrante/exequente para se manifestar, no prazo de 05 (cinco) dias, e ao final venham os autos conclusos para seu exame. João Pessoa, 01.03.2018 BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA Juiz Federal Titular da 2ª Vara PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA 2ª VARA

   

0004724-36.2005.4.05.8200 JOSE WALDOMIRO RIBEIRO COUTINHO FILHO (Adv. CLÁUDIO SÉRGIO RÉGIS DE MENEZES, FRANCICLAUDIO DE FRANCA RODRIGUES) X GERENTE EXECUTIVO DO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVAVEIS - IBAMA/PB (Adv. SEM PROCURADOR)

PROCESSO Nº 0004724-36.2005.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos ao(à) MM. Juiz Federal, Dr(a). BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA. João Pessoa, 02 de março de 2018 SHEILA FERREIRA DE PONTES Técnica Judiciária DESPACHO Transitada em julgado decisão da qual não se extrai nenhuma obrigação a ser ainda cumprida, intimem-se as partes do retorno dos autos e proceda-se à imediata baixa. João Pessoa, 08.03.2018 BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA Juiz Federal Titular da 2ª Vara ESI 1 1 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA 2ª VARA 10

   

EXECUÇÃO CONTRA FAZENDA PÚBLICA

   

0003904-12.2008.4.05.8200 MARIA DE JESUS LOURENCO (Adv. JOSE RAMOS DA SILVA, YURI PORFIRIO CASTRO DE ALBUQUERQUE, EDVAN CARNEIRO DA SILVA, GIOVANNA PAIVA PINHEIRO DE ALBUQUERQUE BEZERRA, YANE CASTRO DE ALBUQUERQUE) X UNIÃO (MINISTÉRIO DA AGRICULTURA E DO ABASTECIMENTO) (Adv. SEM PROCURADOR)

PROCESSO Nº 0003904-12.2008.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos ao(à) MM. Juiz Federal, Dr(a). BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA. João Pessoa, 23 de fevereiro de 2018 SHEILA FERREIRA DE PONTES Técnica Judiciária DESPACHO Altere a secretaria a classe do processo da fase de conhecimento para a de cumprimento de sentença. Obrigação de fazer contra a Fazenda Pública Cuida-se de cumprimento de obrigação de fazer (Implantação nos proventos da autora da GDPGTAS, no valor correspondente a 80% do seu valor máximo). Intime-se a executada (UNIÃO) para, em 30 dias, cumprir a obrigação de fazer objeto da condenação (arts. 536 e 537 do CPC/2015). O descumprimento imotivado poderá resultar na aplicação de multa periódica (art. 537 do CPC/2015), bem como de multa por ato atentatório à dignidade da justiça (art. 77, § 2º, do CPC/2015). No decurso do prazo, dê-se ciência ao exequente, para falar em 15 dias, inclusive sobre eventuais impugnações. Nada sendo requerido pelo exequente nessa oportunidade e não tendo havido impugnação pelos executados, considera-se cumprida a obrigação, devendo os autos ser remetidos ao arquivo com baixa, independentemente de novo despacho, se nenhuma outra providência se fizer necessária. Havendo impugnação, após o decurso do prazo para o exequente se manifestar, venham os autos conclusos para seu exame. Obrigação de pagar contra a Fazenda Pública A determinação do valor da condenação referente à obrigação de pagar depende neste caso, tão-somente, de cálculo aritmético, fazendo-se necessária a apresentação de pedido expresso do credor para cumprimento do título judicial nessa parte, acompanhado de memória discriminada e atualizada do cálculo, nos termos do art. 523 do CPC/2015. A Portaria nº 006/GDF, de 14 de janeiro de 2014, interpretada à luz do Código de Processo Civil/2015, sugere a utilização do Processo Judicial Eletrônico/PJe às classes de execução de sentença contra a Fazenda Pública (atual cumprimento de sentença contra a Fazenda Pública). Isto posto, concedo um prazo de 15 (quinze) dias para que o credor requeira o cumprimento do julgado através do Sistema Processo Judicial Eletrônico/PJe, nos termos da Portaria nº 006/GDF, referente à obrigação de pagar contra a Fazenda Pública, na forma do CPC/2015, arts. 534 e 535 (antigo 730 do CPC/1973), instruindo o seu pedido com demonstrativo discriminado e atualizado do crédito contendo: a) Na petição de execução/cumprimento: I - o nome completo e o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas ou nº do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica do exequente; II - o índice de correção monetária adotado; III - os juros aplicados e as respectivas taxas; IV - o termo inicial e o termo final dos juros e da correção monetária utilizados; V - a periodicidade da capitalização dos juros, se for o caso; VI - a especificação dos eventuais descontos obrigatórios realizados; b) os seguintes documentos obrigatórios: VII - petição inicial (da fase de conhecimento); VIII - procuração; IX - comprovante de recolhimento de custas processuais ou decisão que deferiu o pleito de justiça gratuita; X - comprovação da data do ajuizamento da ação principal e da citação do(a) ré(u); XI - laudo pericial ou planilha de cálculos, se houver; XII - sentença, acórdão e demais decisões das instâncias superiores, se houver; XIII - certidão de trânsito em julgado; e XIV - documento que comprove a data do efetivo cumprimento da obrigação de fazer, se houver. Todos os arquivos deverão ser nomeados no PJE em ordem coerente e com nomes que permitam a fácil identificação de seu conteúdo. Deverá o credor informar nestes autos o número do processo eletrônico ajuizado, que também será indicado pela secretaria do juízo através de sinalização de etiqueta na capa destes autos. Deverá o credor comprovar o recolhimento das custas processuais de execução, calculadas sobre o valor da execução, nos moldes do art. 14, §3º, da Lei 9.289/1996 ("§ 3° Nas ações em que o valor estimado for inferior ao da liquidação, a parte não pode prosseguir na execução sem efetuar o pagamento da diferença de custas e contribuições, recalculadas de acordo com a importância a final apurada ou resultante da condenação definitiva."), ressalvadas as isenções legais. Iniciada ou não a fase de cumprimento no PJE, arquivem-se os autos com baixa, facultado o desarquivamento enquanto não decorrido o prazo prescricional, caso não formulado o pedido de cumprimento. João Pessoa, 01.03.2018 BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA Juiz Federal Titular da 2ª Vara ESI 1 3 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA 2ª VARA 10

   

0005304-61.2008.4.05.8200 ADENIZIA PEREIRA DE LIMA E OUTRO (Adv. YURI PORFIRIO CASTRO DE ALBUQUERQUE, EDVAN CARNEIRO DA SILVA, JOSE RAMOS DA SILVA, FELIPE SARMENTO CORDEIRO, JOÃO FRANCISCO DE CAMARGO, RICARDO ANDRE BANDEIRA MARQUES, HERMANO PONTES DE MIRANDA NETO, RODRIGO ALBUQUERQUE DE VICTOR, RODRIGO AUTRAN SPENCER DE HOLANDA, MARCO ANTÔNIO ACIOLI SAMPAIO, FILIPE BRAUN DO NASCIMENTO, THALES DA SILVA ALMEIDA, GUSTAVO AQUINO DE MELO ALBUQUERQUE, YANE CASTRO DE ALBUQUERQUE, AUGUSTO CARLOS BEZERRA DE ARAGÃO FILHO, ROCHELE KARINA COSTA DE MORAES) X INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS (Adv. SEM PROCURADOR)

PROCESSO Nº 0005304-61.2008.4.05.8200 ATO ORDINATÓRIO (Art. 203 do CPC/2015 e art. 87 do Provimento CR-TRF5 01/2009) Intime(m)-se o(s) exequente(s) para, no prazo de 15 dias, apresentar(em) manifestação acerca da informação da União, fls. 529/529v. João Pessoa, 5 de abril de 2018. Sheila Ferreira de Pontes Técnica Judiciária 2 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2ª VARA FEDERAL PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2.ª VARA FEDERAL

   

0006377-97.2010.4.05.8200 MUNICIPIO DE GADO BRAVO - PB (Adv. DORIS FIÚZA CORDEIRO, LUIS GUSTAVO CORDEIRO DE SOUZA) X UNIÃO (Adv. SEM PROCURADOR)

Chamo o feito à ordem para tornar sem efeito o despacho de fls. 502/503, uma vez que não é possível a retenção de honorários advocatícios contratuais sobre as verbas do FUNDEF/FUNDEB, que são constitucionalmente vinculadas, por imperativo legal, somente podendo serem destinadas à manutenção e desenvolvimento da educação básica e na valorização dos profissionais da educação, estando as mesmas sujeitas à fiscalização por parte de órgãos de controle. Diante do exposto, indefiro o pedido de destaque de honorários advocatícios contratuais requerido. Intimem-se. Após, cumpra-se o despacho de fl. 465.

   

0008486-16.2012.4.05.8200 SINDICATO NACIONAL DOS DOCENTES DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR, POR SUA SEÇÃO SINDICAL NA CIDADE DE JOÃO PESSOA - ADUFPB/SSIND E OUTROS (Adv. PAULO GUEDES PEREIRA, MUCIO SATIRO FILHO, FRANCISCO DAS CHAGAS BATISTA LEITE, SABRINA PEREIRA MENDES, CLOVIS SOUTO GUIMARÃES JUNIOR, GUEDES PEREIRA & DUARTE ADVOGADOS ASSOCIADOS, JOSE MARIO PORTO JUNIOR, ALINO & ROBERTO E ADVOGADOS, JOSE MARIO PORTO & MAIA ADVOGADOS ASSOCIADOS) X UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA - UFPB (Adv. SANDRA REGINA BRAGA SOUTO)

PROCESSO Nº 0008486-16.2012.4.05.8200 ATO ORDINATÓRIO (Art. 203 do CPC/2015 e art. 87 do Provimento CR-TRF5 01/2009) Intime(m)-se o(s) exequente(s) para, no prazo de 15 dias, apresentar(em) manifestação acerca da informação da União, fls. 335/363. João Pessoa, 5 de abril de 2018. Sheila Ferreira de Pontes Técnica Judiciária 2 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2ª VARA FEDERAL PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2.ª VARA FEDERAL

   

0013948-32.2004.4.05.8200 SAMUEL FELIPE GALVÃO (Adv. JURANDIR PEREIRA DA SILVA, CICERO RICARDO ANTAS A CORDEIRO, PATRICIA PAIVA DA SILVA) x SEVERINO VIEIRA GALVÃO X UNIAO (MINISTERIO DA DEFESA - MARINHA NACIONAL) (Adv. ALMIRO VIEIRA CARNEIRO)

ATO ORDINATÓRIO (Art. 203 do CPC/2015 e art. 87 do Provimento CR-TRF5 01/2009) Vista às partes, pelo prazo de 15 dias (item 19 do Provimento CR-TRF5 01/2009). João Pessoa, 04/04/2018 Fábio Lacerda de Castro Martins Técnico Judiciário

   

CUMPRIMENTO DE SENTENÇA

   

0008828-32.2009.4.05.8200 UNIAO (FAZENDA NACIONAL) (Adv. SEM PROCURADOR) X ASSOCIACAO DOS MAGISTRADOS DO TRABALHO DA 13A. REGIAO - AMATRA 13 (Adv. JOSE MARCOS DA SILVEIRA FARIAS, CORIOLANO DIAS DE SA, HERMANO GADELHA DE SA, CARLOS GOMES FILHO, LEIDSON FLAMARION TORRES MATOS, GEORGE ALEXANDRE RIBEIRO DE OLIVEIRA, CORIOLANO DIAS DE SA SOCIEDADE DE ADVOGADOS, THAYSE CHRISTINE SOUZA DIAS, MARIA DO ROSARIO MADRUGA DE QUEIROZ)

Altere a secretaria a classe do processo da fase de conhecimento para a de cumprimento de sentença. Em se tratando de condenação que depende apenas de cálculo aritmético para definição de seu valor, intime-se a UNIÃO (FAZENDA NACIONAL) para, em 15 dias, apresentar o demonstrativo discriminado e atualizado do débito, na forma dos arts. 523 e 524 do CPC/2015, contendo: I - o nome completo e o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas ou no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica do exequente; II - o índice de correção monetária adotado; III - os juros aplicados e as respectivas taxas; IV - o termo inicial e o termo final dos juros e da correção monetária utilizados; V - a periodicidade da capitalização dos juros, se for o caso; VI - a especificação dos eventuais descontos obrigatórios realizados; e VII - indicação dos bens passíveis de penhora. Deverá o credor comprovar o recolhimento das custas processuais de execução, calculadas sobre o valor da execução, nos moldes do art. 14, §3º, da Lei 9.289/1996 ("§ 3° Nas ações em que o valor estimado for inferior ao da liquidação, a parte não pode prosseguir na execução sem efetuar o pagamento da diferença de custas e contribuições, recalculadas de acordo com a importância a final apurada ou resultante da condenação definitiva."), ressalvadas as isenções legais. Decorrido o prazo sem manifestação do credor, dê-se baixa na autuação, facultado o desarquivamento enquanto não decorrido o prazo prescricional. Devidamente instruído o pedido de cumprimento da obrigação de pagar, intime-se o executado para, em 15 dias, pagar o débito (art. 523 do CPC/2015), sob pena de acréscimo de multa de 10% e de honorários advocatícios de execução, de 10% (art. 523, §1º do CPC/2015). A intimação para pagamento deverá ser dirigida ao advogado que representou o devedor na fase de conhecimento ou, se proposta a execução mais de 1 ano após o trânsito em julgado, pessoalmente ao executado (art. 513, § 4º, do CPC/2015). A mesma intimação deve informar o executado de que, após o prazo para pagamento, terá 15 dias para impugnar a execução (art. 525, caput e § 1º, do CPC/2015), hipótese em que deverá declarar o valor que entende devido, sob pena de não conhecimento da arguição de excesso de execução (art. 525, §§ 4º e 5º, do CPC/2015). Sem pagamento, adote a Secretaria a medida executiva prevista no art. 854 do CPC/2015, como determinado no art. 523, §3º. Caso haja pedido de efeito suspensivo na impugnação, venham os autos conclusos de imediato para sua apreciação. Havendo impugnação, intime-se o exequente para, em 15 dias, se manifestar. Após esse prazo, se discutidas questões de cálculo pelas partes, remetam-se os autos à contadoria, para pronunciamento sobre elas, no prazo de 30 (trinta) dias. Dessa manifestação, dê-se vista às partes, pelo prazo de 15 (quinze) dias. Em seguida, venham os autos conclusos para decisão.

   

0009968-67.2010.4.05.8200 SINDICATO DOS TRABALHADORES FEDERAIS EM SAÚDE, TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL DO ESTADO DA PARAÍBA - SINDSPREV/PB (Adv. JOSE RAMOS DA SILVA, YURI PORFIRIO CASTRO DE ALBUQUERQUE, FELIPE SARMENTO CORDEIRO, GIOVANNA PAIVA PINHEIRO DE ALBUQUERQUE BEZERRA, YANE CASTRO DE ALBUQUERQUE, AUGUSTO CARLOS BEZERRA DE ARAGÃO FILHO, F. SARMENTO ADVOGADOS ASSOCIADOS) X UNIÃO (Adv. SEM PROCURADOR)

PROCESSO Nº: 0009968-67.2010.4.05.8200 - CUMPRIMENTO DE SENTENÇA EXEQUENTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES FEDERAIS EM SAÚDE, TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL DO ESTADO DA PARAÍBA - SINDSPREV/PB EXECUTADA: UNIÃO DESPACHO Cuida-se de cumprimento de sentença promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho e Previdência Social do Estado da Paraíba - SINDSPREV/PB, em face da União, objetivando a implantação e pagamento das diferenças relativas ao índice de 28,86%. Intimada para cumprir a obrigação de fazer, a executada apresentou petição às fls. 3.988/3.994 alegando que: - a parte exequente não cumpriu a determinação de individualizar os servidores que pretendem a execução das obrigações de fazer e pagar; - devem ser observadas, para efeito de pagamento do reajuste de 28,86%, não apenas as reestruturações decorrentes das leis nº 8.627/93 e 8.622/93, mas também os termos da MP 1704/1998 e todos os atos normativos dela decorrentes, como o Decreto nº 2.693/1998 e a Portaria MARE nº 2.179/98; - as reestruturações funcionais/remuneratórias pelas quais passaram as carreiras dos substituídos já absorveram o índice de 28,86%, de modo que a obrigação de fazer já estaria cumprida. O exequente, em manifestação acerca da referida petição, sustentou que ainda remanesce a obrigação de fazer e requereu que esse juízo determine o cumprimento por parte da União. Ainda, alegou que não se opõe ao desmembramento do feito para fins executórios, mas que a questão da reestruturação deveria ser discutida e definida ainda nestes auto, para facilitar a posterior liquidação do julgado (fl. 3.997). Ante o exposto, remetam-se os autos à Contadoria para, no prazo de 30 dias, informar se existe algum resíduo do índice em questão a ser aplicado na remuneração dos exequentes, considerando as determinações delineadas no acórdão de fls. 3.833/3.842 e indicando, em caso positivo, de quanto é essa diferença. No caso de já ter havido a integralização do reajuste de 28,86% nos vencimentos dos substituídos, deverá a Contadoria informar em que momento ocorreu a integral absorção. Com a manifestação nos autos, adote a secretaria a uma das seguintes condutas: Caso a contadoria aponte a existência de obrigação de fazer, intimem-se as partes para ciência desta decisão e dos cálculos, a executada inclusive para o cumprimento, no prazo de 30 dias. Com a sua manifestação, intime-se novamente a parte exequente, agora para falar sobre a satisfação da obrigação, em 10 dias. Nada mais sendo requerido, dá-se por cumprida a obrigação de fazer. Caso a contadoria aponte a inexistência de obrigação de fazer, intimem-se as partes para ciência desta decisão e da manifestação daquele setor, com prazo de 10 dias. Nada mais sendo requerido, dá-se por inexistente a obrigação de fazer. Quanto à obrigação de pagar, observe o exequente o determinado no despacho de fl. 3.982. João Pessoa, 28.08.2017 BRUNO TEIXEIRA DE PAIVA Juiz Federal Titular da 2ª Vara AMP/LFVO

   

AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO)

   

0001931-51.2010.4.05.8200 JOSEFA MARIA DA CONCEIÇÃO (Adv. VALTER DE MELO, CANDIDO ARTUR MATOS DE SOUZA, LEOPOLDO MARQUES D'ASSUNÇÃO, HERATOSTENES SANTOS DE OLIVEIRA, LUIZ CESAR GABRIEL MACEDO, ANTONIO SEVERINO DA SILVA, YURI MARQUES DA CUNHA, MARIA BETANIA DE OLIVEIRA MELO, DEVID OLIVEIRA DE LUNA, JOSENILO PAULO GOMES GONZAGA, SEVERINO TRIGUEIRO DA SILVA) X INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS (Adv. SEM PROCURADOR)

PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO n. 0001931-51.2010.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos a MMª. Juíza Federal Substituta da 2ª Vara. João Pessoa, quinta-feira, 5 de abril de 2018. José Valter Augusto de Lima Técnico judiciário DESPACHO Observa-se nos autos que prevaleceu a sentença de 1º grau que julgou improcedente o pedido, com resolução do mérito, tendo transitado em julgado. Assim, não tendo mais nada a ser requerido na presente demanda, remetam-se os autos ao arquivo, com baixa na distribuição. Publique-se. João Pessoa, 06.04.2018 WANESSA FIGUEIREDO DOS SANTOS LIMA Juíza Federal Substituta da 2ª Vara PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA 2ª VARA

   

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL

   

0008143-88.2010.4.05.8200 ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SECCIONAL PERNAMBUCO - OAB/PE (Adv. EURÍPEDES TAVARES DE MELO FILHO, GUILHERME OSVALDO CRISANTO TAVARES DE MELO, ANTONIO CRISANTO TAVARES DE MELO, RAFAELA MARIA PITT GAMEIRO SALES) X AGLIBERTO SERRA PEIXOTO DE VASCONCELOS (Adv. SEM ADVOGADO)

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL n. 0008143-88.2010.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos a MMª. Juíza Federal Substituta da 2ª Vara. João Pessoa, quarta-feira, 4 de abril de 2018. José Valter Augusto de Lima Técnico judiciário DESPACHO Intimada para dizer o que entendesse de direito, haja vista a pesquisa via INFOJUD de fls. 143/149, a parte exequente manteve-se silente, até a presente data. Diante do exposto, e com base no art. 921, III e § 1º, do CPC/2015, suspendo a execução pelo prazo de 1 ano. Decorrido o prazo de suspensão sem a indicação de bens penhoráveis do executado, iniciar-se-á a contagem do prazo de prescrição intercorrente (art. 921, §§2º e 4º, do CPC/2015). Nessa situação, registre a secretaria a data inicial do prazo de prescrição para controle de seu transcurso e arquivem-se os autos com baixa. A qualquer tempo, voltem os autos conclusos, se o exequente indicar novos bens passíveis de penhora (art. 921, §3º). Considerando o prazo prescricional quinquenal previsto no Decreto 20.910/32 em desfavor da Fazenda Pública, caso transcorridos 5 anos sem adoção de qualquer medida útil à execução pelo exequente, intimem-se as partes para manifestação sobre a ocorrência da prescrição intercorrente (Art. 921, §5º, do CPC/2015) e venham os autos conclusos para sentença de extinção. João Pessoa, 06.04.2018 WANESSA FIGUEIREDO DOS SANTOS LIMA Juíza Federal Substituta da 2ª Vara

   

0008662-34.2008.4.05.8200 FUNDACAO HABITACIONAL DO EXERCITO - FHE (Adv. ANDRE ORLANDO DUARTE DO NASCIMENTO, CARLOS BENITO COSENTINO FILHO, DIÓGENES CÉZAR DE SOUZA JÚNIOR, ANTONIO GONÇALVES DA MOTA SILVEIRA NETO, PAULO ROBERTO COÊLHO LÓCIO, SÉRGIO COSMO FERREIRA NETO, VINICIUS DE NEGREIROS CALADO, DIEGO GALDINO DA SILVA MELO, JOAQUIM PESSOA GUERRA FILHO, ERIK FRANKLIN BEZERRA, LUIZ ZENIRO DE SOUZA, ADRIANO PIMENTEL DA SILVA, TATIANE FELIX MARREIRO) X ALVARO TEODORO DOS SANTOS NETO (Adv. SEM ADVOGADO)

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL n. 0008662-34.2008.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos a MMª. Juíza Federal Substituta da 2ª Vara. João Pessoa, quinta-feira, 5 de abril de 2018. José Valter Augusto de Lima Técnico judiciário DESPACHO Intimada para dizer o que entendesse de direito, por ter sido infrutífera a pesquisa via BACENJUD (fls. 87/88), a parte exequente manteve-se silente, até a presente data. Diante do exposto, e com base no art. 921, III e § 1º, do CPC/2015, suspendo a execução pelo prazo de 1 ano. Decorrido o prazo de suspensão sem a indicação de bens penhoráveis do executado, iniciar-se-á a contagem do prazo de prescrição intercorrente (art. 921, §§2º e 4º, do CPC/2015). Nessa situação, registre a secretaria a data inicial do prazo de prescrição para controle de seu transcurso e arquivem-se os autos com baixa. A qualquer tempo, voltem os autos conclusos, se o exequente indicar novos bens passíveis de penhora (art. 921, §3º). Considerando o prazo prescricional quinquenal previsto no Decreto 20.910/32 em desfavor da Fazenda Pública, caso transcorridos 5 anos sem adoção de qualquer medida útil à execução pelo exequente, intimem-se as partes para manifestação sobre a ocorrência da prescrição intercorrente (Art. 921, §5º, do CPC/2015) e venham os autos conclusos para sentença de extinção. João Pessoa, 06.04.2018 WANESSA FIGUEIREDO DOS SANTOS LIMA Juíza Federal Substituta da 2ª Vara PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA 2ª VARA

   

EXECUÇÃO CONTRA FAZENDA PÚBLICA

   

0001972-72.1997.4.05.8200 VITORIA DALVA DE ANDRADE BAIA E OUTROS (Adv. MARIO FORMIGA MACIEL FILHO, PERIVALDO ROCHA LOPES, EDIGLEY DE BRITO BASTOS, LUIS FERNANDO PIRES BRAGA) x HEITOR VAZ CARNEIRO X UNIAO (MINISTERIO DA INDUSTRIA, DO COMERCIO E DO TURISMO) (Adv. GUSTAVO CESAR DE FIGUEIREDO PORTO)

EXECUÇÃO CONTRA FAZENDA PÚBLICA n. 0001972-72.1997.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos a MMª. Juíza Federal Substituta da 2ª Vara. João Pessoa, quinta-feira, 5 de abril de 2018. José Valter Augusto de Lima Técnico judiciário DESPACHO Mantenho a decisão agravada pelos seus próprios fundamentos. Cumpra-se a parte final da decisão de fls. 681/682. Publique-se. João Pessoa, 06.04.2018 WANESSA FIGUEIREDO DOS SANTOS LIMA Juíza Federal Substituta da 2ª Vara PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA 2ª VARA

   

0006324-73.1997.4.05.8200 JOSE BRAZ DE ARAUJO (Adv. VALTER DE MELO) x JOSE BRAZ DE ARAUJO X INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS (Adv. JOSE ARAUJO FILHO, MAURICIO DO CARMO TENORIO) x INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS

PROCESSO Nº 0006324-73.1997.4.05.8200 ATO ORDINATÓRIO (Art. 203 do CPC/2015 e art. 87 do Provimento CR-TRF5 01/2009) Intime-se o exequente para, no prazo de 15 dias, apresentar manifestação acerca da informação da União, fls. 246/249. João Pessoa, 4 de abril de 2018. Sheila Ferreira de Pontes Técnica Judiciária 2 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2ª VARA FEDERAL PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAÍBA 2.ª VARA FEDERAL

   

0008191-52.2007.4.05.8200 NILDE PEREIRA DA SILVA (Adv. FABIANO BARCIA DE ANDRADE) X UNIÃO (Adv. SEM PROCURADOR)

PROCESSO n. 0008191-52.2007.4.05.8200 CLASSE: 206 EXECUÇÃO CONTRA FAZENDA PÚBLICA EXEQUENTE: NILDE PEREIRA DA SILVA ADVOGADO: FABIANO BARCIA DE ANDRADE EXECUTADO: UNIÃO PROCURADOR: SEM PROCURADOR DECISÃO Em razão dos falecimentos dos irmãos sucessores da autora NILDE PEREIRA DA SILVA, ou seja, ADALBERTO PEREIRA DA SILVA (falecido em 19/08/2017) e NILCE PEREIRA E SILVA CRUZ, foi formulado pedido de habilitação, com base no art. 690 do CPC/2015 (arts. 1057 e 1060, I, do CPC/1973). Citada a UNIÃO contestou, alegando que teria que ser habilitado o espólio. Breve relato. Decido. O art. 1º, inciso II, do Decreto nº 85.845, de 26.03.1981 - regulamento da Lei n.º 6.858, de 24.11.1980 -, dispõe sobre o pagamento, aos dependentes ou sucessores, de valores não recebidos em vida pelos respectivos titulares, determinando que quaisquer valores devidos em razão do cargo ou emprego, pela União ou suas autarquias, mas não recebidos em vida por seus titulares, serão pagos aos seus dependentes habilitados na previdência social ou no órgão encarregado do processamento e pagamento do benefício por morte. Assim, havendo pensionista cadastrado, cabe a este o recebimento das diferenças de remuneração ou proventos devidas em vida ao falecido. Registro que essas normas (Lei n.º 6.858/1980 e Decreto nº 85.845/1981) visam a facilitar a liberação de verbas de caráter alimentar em favor daquele que, em tese, já compartilhava da remuneração do falecido quando em vida, mas não alteram a titularidade da herança, de modo que, formulado o pedido de habilitação por pensionista e por outros sucessores, deve ser examinada também a pretensão destes últimos. Na falta de pensionistas ou se formulado pedido de forma concomitante com estes, aplica-se a lei civil. Existindo inventário aberto, a habilitação deverá ser feita em favor do espólio, representado pelo inventariante. Não existindo inventário ou já havendo este se encerrado, devem ser habilitados os sucessores, na forma prevista no art. 1.829 do CC/2002. Assim: a) herdam em primeiro lugar os descendentes (filhos, netos etc.) em concorrência com o cônjuge sobrevivente; b) em segundo lugar e na falta dos primeiros, os ascendentes (pais, avós etc.) também em concorrência com o cônjuge sobrevivente; c) na falta de descendentes e ascendentes, o cônjuge sobrevivente sozinho; d) em quarto lugar e na falta de todos os anteriores, os colaterais (irmão, sobrinho etc.). Quanto ao direito de representação, este existe apenas na linha reta descendente (art. 1.852 do CC/2002). Na linha transversal, o direito de representação só se dá em favor dos filhos de irmãos do falecido concorrendo com irmãos deste (art. 1.853 do CC/2002). Necessário ter em conta ainda que a herança é uma universalidade de direitos, de forma que todos os direitos e obrigações a ela referentes são transmitidos no momento do óbito, estabelecendo-se um condomínio entre os co-herdeiros até a partilha, e podendo, portanto, qualquer um destes reivindicar de terceiros a totalidade da herança, sem que esse terceiro possa lhes opor o caráter parcial de seu direito nos bens da sucessão (art. 1.784 e art. 1791, c/c art. 1.314, todos do CC/2002). Desse modo, mesmo não havendo abertura de processo de inventário ou arrolamento e desde que provada a qualidade de sucessor do falecido, não há óbice legal a que qualquer um dos sucessores, individual ou em litisconsórcio unitário facultativo, postule em juízo valores pretéritos devidos àquele, sendo irrelevante a discussão nestes autos quanto à efetiva existência ou não de outros co-herdeiros, aos quais caberia, eventualmente, ação regressiva contra o sucessor habilitado em relação às suas partes na herança. De fato, aquele que pretenda ver reconhecido o seu direito sucessório para obter restituição da herança ou de parte dela deve se utilizar da petição de herança contra quem a possua, como previsto no art. 1.824 do CC/2002. No caso dos autos, considerando os fundamentos já expostos, DEFIRO os pedidos de habilitações formulados por: 1) Sucessores de ADALBERTO PEREIRA DA SILVA: Habilitando Documentos de identificação Relação de parentesco com o falecido e cota-parte AMARA MARLENE GOMES DE ALBUQUERQUE CPF 839.839.884-53 VIÚVA - COTA-PARTE 1/3 TEREZA CRISTINA DE ALBUQUERQUE PEREIRA CPF 659.700.804-97 FILHA - COTA-PARTE 1/3 ADALBERTO PEREIRA DA SILVA FILHO CPF 675.670.294-72 FILHO - COTA-PARTE 1/3 2) Sucessores de NILCE PEREIRA E SILVA CRUZ: Habilitando Documentos de identificação Relação de parentesco com o falecido e cota-parte EDIVANIA CRUZ TEIXEIRA CPF 603.340.884-53 FILHA - COTA-PARTE 1/3 REINALDO DA SILVA CRUZ CPF 237.315.754-34 FILHO - COTA-PARTE 1/3 EDSON JORGE DA SILVA CRUZ CPF 204.854.924-15 FILHO - COTA-PARTE 1/3 Providência: oficie-se à CAIXA para que forneça o saldo atualizado da conta em nome dos sucessores falecidos ADALBERTO PEREIRA DA SILVA e NILCE PEREIRA E SILVA CRUZ, no prazo de 5 dias, proveniente da divisão da RPV 1512452 PB; com a resposta da CAIXA, havendo saldo, expeça-se novo ofício para liberação dos respectivos saldos, em favor dos habilitados, conforme suas cotas-partes acima discriminadas. Fica(m) ciente(s) o(s) habilitado(s) de que responde(m) perante outros sucessores pela parte da herança que receber(em) neste processo e que àqueles couber(em) (art. 1.824 do CC/2002). Após, intime-se os Exequentes para dizer sobre a satisfação da obrigação, a ensejar a remessa dos autos ao arquivo, pelo prazo de 05(cinco) dias. Nada sendo requerido, remetam-se os autos ao arquivo, com baixa na distribuição. Intimem-se as partes. João Pessoa, 25.01.2018 WANESSA FIGUEIREDO DOS SANTOS LIMA Juíza Federal Substituta da 2ª Vara PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA Seção Judiciária da Paraíba 2ª VARA 3

   

0012162-16.2005.4.05.8200 IRANDILSON FLAVIO CIRNE DANTAS E OUTROS (Adv. GERMANA CAMURÇA MORAES, GILSON DE BRITO LIRA) x INACIO BATISTA DANTAS E OUTRO X UNIAO FEDERAL (MINISTERIO DO EXERCITO) (Adv. FABIO LEITE DE FARIAS BRITO)

Transitada em julgado a decisão dos embargos à execução, requisite-se o pagamento do valor determinado no julgado, nos termos do art. 535, §3º, do CPC/2015. Em seguida, intimem-se as partes acerca do inteiro teor da requisição de pagamento expedida (Resolução CJF nº 168/2011), para manifestação no prazo improrrogável de 05 dias. Sem manifestação, remeta-se a requisição de pagamento ao TRF da 5ª Região. Ciente a parte credora de que deverá acompanhar o depósito do pagamento pelo sistema eletrônico do TRF da 5ª Região. Após o depósito, nada sendo requerido pelas partes em 10 dias, dá-se por satisfeita a obrigação, cabendo à secretaria arquivar o processo com baixa independentemente de novo despacho.

   

0016015-67.2004.4.05.8200 EDMIR DE MELO FERREIRA E OUTROS (Adv. YURI PORFIRIO CASTRO DE ALBUQUERQUE, JOSE RAMOS DA SILVA) x DIVA LUCENA SOBRAL X UNIÃO (Adv. ANDRÉ NAVARRO FERNANDES)

PROCESSO Nº 0016015-67.2004.4.05.8200 CONCLUSÃO Nesta data, faço conclusos os presentes autos ao(à) MM. Juíza Federal Substituta, Dr(a). WANESSA FIGUEIREDO DOS SANTOS LIMA. João Pessoa, 06 de fevereiro de 2018 SHEILA FERREIRA DE PONTES Técnica Judiciária DESPACHO Em razão do falecimento da exequente DIVA LUCENA SOBRAL, foi formulado pedido de habilitação, com base no art. 690 do CPC/2015 (arts. 1057 e 1060, I, do CPC/1973), pelo(s) alegado(s) sucessore(s), a saber: Habilitando Documentos de identificação Relação de parentesco com o falecido JOÃO CID LUCENA PESSOA CPF 181.812.604-49 RG 334457 SSP/PB Filho A União não se opôs ao pedido de habilitação e nada foi requerido. Defiro a habilitação na forma do art. 691 do CPC/2015, devendo a secretaria proceder às correções cartorárias e oficiar a instituição financeira respectiva para liberação do requisitório de pagamento em favor do habilitado. Aguarde-se o julgamento dos embargos à execução. Fica ciente o habilitado de que responde perante outros sucessores pela parte da herança que receber neste processo e que àqueles couber (art. 1.824 do CC/2002). João Pessoa, 09.02.2018 WANESSA FIGUEIREDO DOS SANTOS LIMA Juíza Federal Substituta da 2ª Vara 1 1 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA 2ª VARA 10

   

CUMPRIMENTO DE SENTENÇA

   

0002120-73.2003.4.05.8200 TANTRAVAHI VENKATA RAMANA RAO E OUTRO (Adv. HEYTOR CAVALCANTE FERREIRA LEITE, GUSTAVO MAIA RESENDE LUCIO, CECILIO DA FONSECA V. R. TERCEIRO, NILO LUIS RAMALHO VIEIRA, SUSANA LUCIA FERNANDES, GUSTAVO MAIA RESENDE LUCIO, EDSON DUARTE COELHO) X CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF (Adv. JOSE TADEU ALCOFORADO CATAO) x EMGEA - EMPRESA GESTORA DE ATIVOS (Adv. SEM ADVOGADO) x CAIXA SEGURADORA S/A (Adv. SEM ADVOGADO)

(...) Isto posto, intime-se a CEF para cumprimento da obrigação de fazer quanto à compensação do indébito, devendo a executada comprovar o abatimento do saldo devedor, no valor de R$ 2.992,02. (dois mil reais, novecentos e noventa e dois reais e dois centavos) Após, voltem-me os autos conclusos.

   

0012284-05.2000.4.05.8200 ADEMILSON DE ALMEIDA CHAGAS E OUTRO (Adv. EDSON DUARTE COELHO, ZAYLANY DE LOURDES FERREIRA TORRES) X CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF (Adv. YANKO CYRILO, EDSON DUARTE COELHO) x CAIXA SEGURADORA S/A (Adv. IVAN PEREIRA DA COSTA JUNIOR, JULIANA DE ALMEIDA E SILVA, AUGUSTA PRUTCHANSKY M GOMES, BRUNO NOVAES DE BEZERRA CAVALCANTI, CARLOS ANTONIO HARTEN FILHO, EDUARDO DE FARIA LOYO, FERNANDA GUEDES G DE AZEVEDO, MANUELA MOURA DA FONTE, TACIANA ROBERTO VERAS, YURI FIGUEIREDO THE)

PROCESSO Nº 0012284-05.2000.4.05.8200 ATO ORDINATÓRIO Com a apresentação da documentação acostada às fls. 1378/1579, autos com vista à CAIXA para, no prazo de 15 dias, cumprir a obrigação de fazer objeto da condenação. João Pessoa, 06 de abril de 2018. SHEILA FERREIRA DE PONTES Técnica Judiciária PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DA PARAIBA FORUM JUIZ FEDERAL RIDALVO COSTA 2ª VARA Rua João Teixeira de Carvalho, 480, Brisamar - João Pessoa - PB CEP 58031-900

   

AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO)

   

0001898-85.2015.4.05.8200 OLAVO MARTINS DE ARAÚJO E OUTROS (Adv. ANA ESTHER FARIAS ARANHA DE LUCENA) X FEDERAL DE SEGUROS S/A (Adv. JOSEMAR LAURIANO PEREIRA, VINICIUS BARROS DE VASCONCELOS)

Remetam-se os autos ao Setor de Distribuição para reativação e anotações cartorárias (fls. 933/937). Após, vista à Federal Seguros S/A, pelo prazo de 10 dias. Sem manifestação, retornem os autos ao arquivo.

   

0011607-96.2005.4.05.8200 AURÉLIO COUTINHO DE ALMEIDA, REP. P/ REMO SOARES DE CASTRO E OUTRO (Adv. ANA RITA FERREIRA NOBREGA CABRAL, ANNA CAROLINA CORDEIRO PEIXOTO) X EMGEA - EMPRESA GESTORA DE ATIVOS (Adv. SEM ADVOGADO) x CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF (Adv. LEILA REGINA DE BRITO ANDRADE, FRANCISCO XAVIER DE ANDRADE FILHO)

Remetam-se os autos ao Setor de Distribuição para reativação. Após, vista à CEF, pelo prazo de 10 dias. Sem manifestação, retornem os autos ao arquivo.

   

 

TOTAL DE ATO ORDINATORIO: 11

TOTAL DE DECISÃO: 1

TOTAL DE DESPACHO: 16

 

Página Inicial | Consulta Simplificada | Consulta Avançada | Versão

Powered by MPS Informática - Todos os direitos reservados. Melhor visualizado em 800 x 600 ou superior.